Lilypie 1st Birthday Ticker
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

Esmeralda

Há uns anos atrás ficou tudo pasmo com o caso da menina "adoptada" pelo GNR e do aparecimento do seu pai biológico.

A maior parte das pessoas estava do lado dos pais adoptivos. Que generosidade, que pais bons, ficaram com a menina abandonada, yada yada yada.

Também vi opiniões contrárias, este pai nem sabia da existência da filha e quando a descobriu estava a viver com outros pais, eu tenho direito a estar com a minha filha yada yada yada.

Recentemente, e depois de anos em tribunal, o juíz decidiu que a menina deve viver com o pai biológico.


Estas coisas fazem-me confusão, parece que por todo lado defendem os interesses dos pais, tratam a criança como se fosse um pedaço de propriedade e a que mãos pertencerá. É óbvio que a menina é ainda muito pequena e, claramente, não pode decidir por si. Mas não é preciso pensar muito que é a miúda que precisa de ser defendida.

Isto sinceramente lembra-me a história de Salomão confrontado com duas mulheres que diziam ser a mãe de um bebé. Salomão decidiu que se cortaria então a criança em duas, e ficaria cada uma com a sua metade. A verdadeira mãe (biológica ou não) declarou que preferia que o bebé ficasse com a outra mulher.

Os pais (biológicos e adoptivos) da Esmeralda não poderiam ter chegado a outro tipo de acordo? Manter a menina onde está, que é a realidade que conhece e os pais que conhece e ao mesmo tempo receber na sua vida a presença do pai biológico, para que com tempo ele também se tornasse PAI.
Mas não... só lhes interessa a propriedade. A filha é MINHA eu quero lá saber se ela vê os outros como pais e obrigá-la a viver comigo lhe poderá trazer toda uma série de problemas psicológicos!
publicado por Claudia Borralho às 12:14
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Cecilia a 22 de Novembro de 2007 às 12:42
Ola...
Acabei de ler o teu post sobre a esmeralda...concordo com o que dizes...
O juiz que decidiu a entrega da crianca ao pai biologico nao deve ter filhos ou entao nunca foi crianca...nao se faz isto a uma crianca...mas a lei é assim e a decisao ja foi tomada...so espero que quando os pais adoptivos recorrerem que desta vez ganhem...pois para a menina é o melhor ficar com os mais adoptivos...
Beijs
De Cacau a 22 de Novembro de 2007 às 16:31
Concordo plenamente com este post. Parece-me até, pelas notícias que vi/li a menina está a ter acompanhamento psicológico. Pudera, com tanto puxa de um lado puxa de outro aquela cabecinha deve estar mais que confusa!
De Crisálida a 22 de Novembro de 2007 às 21:28
Li ontem (ou ante-ontem?) a reportagem em um site de vcs aí de Portugal, indicado num blog. Achei, lendo o que eu li, absurdo mesmo a decisão desse juiz. Não posso falar muito mais, porque desconheço o processo, e só posso mesmo, como expectadora, ver a introdução do que ele julgou, o que nem sempre é suficiente para dar um veredicto, mas à princípio achei uma péssima decisão, justamente pelas questões emocionais e psicológicas. Sabe lá Deus o que havia nos autos do processo... Mas olhando assim, de fora, esse Juiz não parece bem do juízo, não. Só o fato disso ter perdurado na Justiça, já prejudica a menina, e agora toda essa polêmica... Imagina o que ela pode ouvir dizerem para o pai dela, enquanto passeiam? "Vc roubou a menina dos pais dela, seu safado!" E coisa pior, porque o povo não perdoa... É um caso muito complicado...
De eva lima a 26 de Novembro de 2007 às 15:32
Concordo plenamente contigo. Nenhuma das famílias está a pensar no verdadeiro interesse da criança. O juiz tão pouco.

Comentar post

.mais sobre mim

. Fiz eu!

. Oriana

. Ideias de Prendas de Natal

.tags

. todas as tags

.pesquisar


.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

badge