Lilypie 1st Birthday Ticker
Sexta-feira, 30 de Julho de 2004

cheiro a praia é coppertone

O pedro veio para aqui impingir-me um creme para mãos da biotherm. Não gosto de andar a pôr creme nas mãos, ou melhor... não é que não goste, sinto que não preciso e como tal dos milhentos cremes que tenho lá em casa nenhum é para as mãos!
Bom mas o pedro não desistiu enquanto não me pôs o creme nas mãos, esguichou aquilo para aqui e agora amanha-te! yuuukkk ele pôs de mais e aquela treta não absorvia, tirei um toalhete para tentar limpar aquilo e agora fiquei com um cheiro altamente intenso nas mãos, meio creme meio toalhete... o pedro disse que não fazia mal porque cheirava a praia... mas pedro cheiro a praia é coppertone!!!!
publicado por Claudia Borralho às 17:23
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

mais spoilers...

lembrei-me agora a propósito da banda sonora... está genial :) !
há lá coisa mais louca do que aquela aula de Defense Against the Dark Arts em que o Lupin põe no gramofone aquele sonzito anos 50 enquanto os alunos atacam o boggart?
publicado por Claudia Borralho às 14:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Hermione Rocks!!! (*spoilers* - be warned)

Weeeeeeeee definitivamente o melhor filme da saga Harry Potter até agora! O realizador Alfonso Cuaron tomou bastantes liberdades criativas, mudou uma série de coisas e cortou a história mais que nunca (assim se explica a desilusão de alguns fans que só sabem dizer que x, y e z ficaram fora do filme). Eu como sempre defendi que a história para funcionar em filme teria sempre de ser bastante cortada e alterada estou finalmente satisfeita com um filme da série :) Surpreendeu-me e de uma forma positiva, apesar de neste ainda termos acção que nunca mais pára, seguindo-se pedaços de história a um ritmo alucinante, o realizador teve o bom senso de ir incluindo uns quantos momentos de calmaria para podermos assentar as ideias. As pequenas alterações são extremamente interessantes, até porque sendo todas aprovadas pela escritora, sabemos que estamos a ver e a ouvir pistas para os livros seguintes. O melhor momento do filme, já o conhecia dos trailers... Hermione passa-se e dá um valente murraço no Malfoy (no livro é um estaladão... mas aquele murraço vale ouro!!! Havia só uma questão a preocupar-me enquanto via o filme e o via chegar ao fim - a falta da Firebolt! A Firebolt é um ponto fulcral deste e dos próximos livros. Não havendo Firebolt no ano três como iriam justificar a aparição da Firebolt nos anos seguintes? Mas no final lá resolveram essa questão ;) Aqueles três miúdos estão cada vez melhores e deram um passo de gigante neste filme, particularmente o Rupert Grint que faz o papel de Ron, aquele miúdo é um espectáculo! Destaque ainda para Dawn French que interpretou a Fat Lady (ela é a actriz da série "Dibley's Vicar"). Na ficha técnica reparei que havia um actor a desempenhar o Sir Cadogan, no entanto não reparei nele no filme... Tenho que ir ver outra vez!!!!

ps. Tenho no entanto a sensação que cortaram tanta coisa do filme que muitissimas coisas ficaram por explicar... Será que quem nunca leu os livros percebeu a história toda? Lembro-me por exemplo de uns moços que ficaram ao meu lado em que um deles tinha lido o livro e o outro não. O que já tinha lido diz no início algo como: "é neste filme que vais perceber porque é que o Snape não gosta do Harry"... no entanto essa parte da história é uma das que foi cortada! E no final o moço lá dizia para o outro: "Anda lá que eu explico-te tudo." (lololl... se houver por aí alguém que não tenha entendido parte da história é só perguntar que eu explico tudo!!!)

ps2. Lembrei-me agora... a geografia de Hogwarts também mudou radicalmente, passaram a existir montes de lagos e o Womping Willow passou de junto à entrada do castelo (como no 2º filme) para mais perto da cabana de Hagrid... (mas como é óbvio isso não interfere em nada com a história, tirando o facto de também não ser explicada a existência do Womping Willow e do Shrieking Shack.
publicado por Claudia Borralho às 09:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Julho de 2004

YESSSSSSSSSSSSSS!!!!

Depois de tentar inúmeras vezes comprar o meu bilhete ora para o Freeport ora para o Fórum e ter sempre mensagens de "Pedimos desculpa mas..." grrrrr! Finalmente consegui reservar por telefone o meu bilhete para ir hoje ver o Harry Potter!!!
publicado por Claudia Borralho às 17:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Conimbriga para terminar

Fomos fazendo a viagem de regresso devagarinho e à hora de almoço paramos em Conimbriga. O restaurante que eles lá têm é muito bom e como o Miguel nunca lá tinha ido ver as ruínas matamos dois coelhos duma vez só.



Também chegamos à conclusão que da próxima vez que ali formos temos que levar uns grandes sacos para apanhar caracóis. Eles têm ali uma mina!!!

publicado por Claudia Borralho às 13:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Xures - pelo meio do mato, dos calhaus e da água

Hoje apetece-me ir à cascata do outro ano, o que é que achas? Boa ideia. E lá fomos nós a escalar pedregulhos, a pôr o pé na água, ai isto escorrega... Sempre a subir, olha não é ali? Não esta é pequenina... é o eco a bater nas pedras. Olha é já ali! Ali a favor, ainda falta um bocado. Opá.. e estas pedras como é que passamos? Acho que vamos ter de ficar por aqui. Tomamos banhinho já aqui (já a favor... ainda foi praí uma hora a escalar pedregulhos).



Depois de tarde fomos até à praia fluvial do rio Caldo. Apesar de ser sabado até não estava assim tanta gente (estava um pouco cheia... mas nada comparado com o que vimos noutros dias). E tinha muitos portugas! À volta quando fomos buscar água a uma das fontes da beira da estrada, ainda não percebemos como, o Miguel torceu o pé. Bem pelo menos já foi no fim... mas eramos para ter passado no Equicampo e dar uma volta a cavalo no dia seguinte e já não podemos :( Pelo menos vimos os cavalos ao atravessar o parque natural.

publicado por Claudia Borralho às 13:42
link do post | comentar | favorito
|

Xures - a prainha

Acordamos na sexta feira com o calor do sol a bater na tenda. Depois de tanto escolhermos o local ideal para a tenda, acabamos por escolher exactamente o local onde o sol batia logo de manhã e que tinha mais sol durante o dia! Um senhor do parque que andava recolher folhas meteu logo conversa connosco. Não vos acordei pois não? Ah vocês são portugueses! O meu pai era português. Ainda lá tenho família em Portugal. São da Charneca da Caparica. Conhecem? E olhem... se forem por essa estradinha que está aí vão ter a uma prainha muito boa. Virem onde está a estrada barrada. Vão com o carro mesmo até à beira da água. Muito boa! Nós achamos a explicação do caminho um bocado estranha... viramos para uma estrada barrada? se está barrada como passamos? Mesmo assim seguimos pela estradinha e lá encontramos uma placa com uma estradita a descer para o rio que dizia "Via Cortada". Fomos descendo e foi aí que percebemos.



Esta estradita continuava por baixo do rio... tinha sido uma estradita que fora inundada pelo rio quando fizeram a barragem. Primeiro ficamos um bocado embasbacados sem perceber afinal onde estava a prainha... Concerteza não seria ficar ali no alcatrão! Mas depois lá descobrimos na margem um local perfeito. E toca a entrar na banhoca!

publicado por Claudia Borralho às 13:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Finalmente Xures!

Xures é galego para Gerês. Fomos para o Parque de Campismo que descobrimos há uns anos atrás perto de Lovios/Lobios (galego/espanhol). Passámos a praia fluvial do Rio Caldo e chegámos a Lobios onde virámos à esquerda na direcção que nos lembravamos. Já iamos tarde, não tinhamos a certeza se nos lembravamos do caminho para o parque (é num ponto isolado e não tinha indicações) e também estavamos com um certo receio de já não existir lá parque nenhum (quando estivemos lá há dois anos o parque tinha acabado de abrir e estava completamente vazio...). A verdade é que fomos lá ter direitinhos :) O parque lá estava à nossa espera, vazio como nos lembravamos e todo só para nós! O senhor do parque até se lembrava de nós... vocês não estiveram cá há uns anos, perguntava ele. E nós: sim. Eram um grupo de seis não era? E eu contava pelos dedos o grupo que lá tinha estado e tinhamos mesmo sido seis!



Não esquecer: apesar de estarmos do lado espanhol no parque conseguimos apanhar TMN e OPTIMUS, mas Vodafone só a espanhola. Mental note - para a próxima levar cartão de uma das outras redes para não pagar roaming!

PS. para não me esquecer... depois de virarmos à esquerda em lobios viramos à direita para entrimo e depois à esquerda para lantemil.
publicado por Claudia Borralho às 13:39
link do post | comentar | favorito
|

a caminho do Gerês

Para ir para o Gerês saimos da auto-estrada em Braga. Acontece que existem várias saídas para Braga e para variar saimos na errada. Aqui o objectivo era agora descobrir o caminho para o Gerês e passar no Carrefour (para pôr gasolina que é muito mais barata e comprar mais umas coisitas). Andamos perdidos em Braga... eventualmente depois de desistirmos de procurar o Carrefour e seguir para o Gerês foi quando o encontramos... só podia né? Abastecemos e seguimos numa via rápida para o gerês (novamente um caminho que nunca tinhamos feito... always breaking new ground).

Agora não esquecer: sair da autoestrada na primeira saída para Braga; se for preciso ir ao carrefour seguir na via rapida para chaves; para o gerês seguir na dita via rápida para chaves ou na direcção de Terras de Bouro!
publicado por Claudia Borralho às 13:35
link do post | comentar | favorito
|

a minha primeira tarte

Fazer tartes sempre me pareceu algo muito complicado... há a massa. Como se faz a massa? E tem que levedar? E que tipo de massa? Memórias dos fritos de natal com o fazer a massa e a mesa polvilhada de farinha vinham-se sempre à cabeça. Mas tenho vindo a descobrir que não é assim tão difícil, aliás... é até bastante fácil! Para início até podemos esquecer o problema da massa e comprá-la já feita. As frescas são as melhores e até já veêm estendidas e com formato redondo. Assim, depois das tartes todas que comemos durante o euro, resolvi aventurar-me no mundo da tarte inventando as minhas próprias receitas! Só há uma coisa que não entendo... porque é que quando é doce chamamos tarte e quando é salgado chamamos quiche? Que palavra abichanada é essa a quiche? Para mim é tudo tarte! Tarte de coentros e chourição (totally my invention) Ingredientes: Massa Quebrada (Massa p/ tarte Carrefour) Azeite Cebola Coentros Chourição Leite Maizena Ovo Queijo Mozzarela Refogado com cebola, coentros, chourição e azeite. Junta-se uns splashs de leite e umas pitadas de maizena. Tira-se do fogo e bate-se o(s) ovo(s). Coloca-se a massa na tarteira enquanto o recheio arrefece um pouco. Junta-se o ovo ao recheio e mexe-se bem para não cozer o ovo. Deita-se este recheio na forma, espalha-se o queijo por cima e com os restos de massa decora-se fazendo uma trama. Vai ao forno a 180º por 30 minutos. Ficou tão linda que até lhe tirei uma foto! E sabia melhor ainda :) Não me perguntem quantidades que eu faço tudo a olho... Ontem resolvi fazer outra, desta vez com espinafres e bacon, hummmm. Experimentei uma massa de outra marca, já não havia do carrefour. Sinceramente gostei mais da do carrefour, não só custa menos de metade do preço como as tiras para decorar não encolhem... Mas qualquer dia vou experimentar fazer a minha própria massa :)
tags:
publicado por Claudia Borralho às 11:05
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

.mais sobre mim

. Fiz eu!

. Oriana

. Ideias de Prendas de Natal

.tags

. todas as tags

.pesquisar


.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

badge