Lilypie 1st Birthday Ticker
Sexta-feira, 12 de Março de 2004

comunicar, falar, compreender, sentir, partilhar, ouvir...

Por altura da adolescência tornei-me uma pessoa muito calada. Sentia que quando tentava dizer alguma coisa era sempre interrompida e eventualmente acabei por nem tentar dizer nada. Depois durante os anos da faculdade juntou-se ao silêncio o não sair de casa. Não é que eu não quisesse... mas achava que não tinha ninguém com quem sair e à noite nem pensar. Era mais simples dizer que não ia do que ter de pedir à minha mãe para sair. (Eu achava que ela não me deixava e ainda ia discutir... não valia a pena). Depois da faculdade descobri a internet e tornei-me viciada em IRC. Ora isto até pode parecer algo mau, mas para mim foi a melhor coisa que me podia acontecer. Tive muitos amigos no IRC, e tive muitos outros que sinto que os ajudei. Eu podia não falar muito, mas sabia ouvir e dizia às vezes o que queriam ouvir e outras vezes o que precisavam ouvir. E comecei a sair.

Conheci as pessoas com quem falava via internet e posso dizer que tive sempre boas surpresas sendo muitas dessas pessoas actualmente alguns dos meus melhores amigos. Foi um ano de rebeldia, saia e nem pedia, chegava tarde, chegava cedo, sentia-me livre, e depois de tantos anos de solidão estava finalmente a viver. Mas mesmo assim ainda havia quem se queixasse que eu não falava. E era verdade. Eu ouvia os outros, mas sobre mim nunca ninguém ouvia nada. Os meus problemas resolvia-os sozinha, e ninguém sequer precisava de saber que eles existiam.

Ultimamente tenho vindo a abrir-me mais, tenho vindo a aprender a comunicar mais, a partilhar e mesmo assim de vez em quando ainda levo de amigos que me dizem que eu não me abro para as pessoas... Mas outra coisa que aprendi foi que a comunicação é algo que acontece entre pelo menos duas pessoas. Há que dar e receber se só estamos a fazer uma destas duas é porque não há comunicação. E isto tanto pode acontecer por alguém não falar como por alguém não compreender, não assimilar, assim tipo perguntar em português e responderem em chinês... Às vezes penso que estava bem melhor caladinha e quieta no meu cantinho. Tive uma amiga durante os tempos de IRC que dizia sempre a coisa certa. Acertava em cheio naquilo que estava a sentir e fazia-me ver as coisas de outra maneira. Ajudou-me muito a Cris. Faz-me falta alguém assim e faz-me falta ser assim.
publicado por Claudia Borralho às 15:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

. Fiz eu!

. Oriana

. Ideias de Prendas de Natal

.tags

. todas as tags

.pesquisar


.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

badge